Como ajudar pessoas com depressão

 A depressão é considerada o mal do século e sem dúvida uma das doenças mais difíceis de lidar, pois não existe apenas um sintoma, mas vários que devem ser tratados simultaneamente, para que haja melhora do quadro clínico. Entre as principais características, se destaca a falta de vontade de fazer suas tarefas cotidianas, dificuldade em dormir ou excesso de sono, desordem alimentar, choro frequente, entre outros sintomas que vem acompanhado de um estresse duradouro.

Depressão, dicas sobre como lidar com pessoas depressivas

 É importante salientar que a melhor ajuda para as pessoas que passam por isso é a ajuda médica, que pode vir acompanhada de ajuda de um psicólogo.

  • Ajuda médica: Conscientizar a pessoa que ela precisa da ajuda de um especialista é o primeiro passo para a cura dos sintomas que atrapalham o dia a dia.
  • Acompanhamento:Procure acompanhar a pessoa ao médico nas primeiras consulta, incentivando que é um problema natural, que poderia atingir a todos nós.
  • Saber ouvir:O descrédito do quadro clínico da pessoa com depressão pode incentivar ela a cometer atos de loucura, por isso seja sucinto, saiba ouvir sem julgar ou dizer frases que coloque ela ainda mais para baixo.
  • Leia: Leia sobre a doença, sintomas e tratamentos, para ajudar a pessoa deprimida a ter uma esperança.
  • Ajuda: Procure colaborar com algumas tarefas que fazem parte do dia a dia da pessoa, demonstrando que está disponível, porém não se esgote, pois muitas vezes é preciso ter energia para lidar com a situação que muitas vezes é recorrente.
  • Choro: Não reclame do choro da pessoa e nem a chame de fraca, pois depressão é uma doença como qualquer outra. Deixe a pessoa chorar, escute suas reclamações e ponto de vista, pois nesse momento, esses pacientes tendem a ser negativos e pessimistas. Sempre que encerrar uma conversa, tente mostrar o lado positivo das coisas, dizendo que o choro é normal, todos nós temos o direito de estar triste.
  • Pergunte: Tenha disposição para perguntar qual o tipo de ajuda a pessoa quer, para não ofender ou magoar ainda mais o depressivo.
  • Sugestão: Sugira grupo de apoios sobre o tema, clínica psicológica e tratamentos alternativos. Muitas vezes caminhadas e exercícios físicos podem ser uma solução que funciona.
  • Suicidas: Cuidados com esses pacientes, fique de olho, e tente evitar quaisquer motivos que incentivem ainda mais esse quadro.
  • Paciência: Seja paciente e demonstre que o quadro de cura é lento e reversivo, deve ser feito aos poucos, com cuidados médicos e remédios, quando necessário.

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *